Bar / Barbearia O Purista
— desde 2014 —

Algumas histórias de negócios há, que remontam a décadas ou até séculos atrás. Em Lisboa, o bar / barbearia O Purista, abriu portas em 2014 pelas mãos de Nuno Mendes, mas a sua estreita relação com a marca de cerveja belga Affligem atribui-lhe uma certa intemporalidade, uma vez que esta cerveja artesanal é produzida desde 1074. A abertura deste espaço inovador e cheio de personalidade, no nº 16C da Rua Nova da Trindade, na capital, começou como uma pop up que teria duração de um mês, mediante um pedido da Central de Cervejas a Nuno, para a divulgação da Affligem. O enorme êxito que a casa imediatamente alcançou ditou a sua continuação.

Nuno cresceu no meio do ramo da hotelaria. Vários eram os negócios que a sua família tinha, desde pastelarias, passando por restaurantes e cafés. Na sua idade adulta esteve também sempre ligado à produção de eventos (principalmente de entretenimento), o que se afigurava como uma evolução natural do seu percurso académico na área de Comunicação Social. Geriu também, durante vários anos, discotecas e espaços noturnos em Lisboa e no Algarve. Ora, estavam então reunidos os ingredientes essenciais para uma "receita" de sucesso. Para melhor divulgar a Affligem, produzida numa abadia segundo a receita e o conceito original desde 1074, o nosso empreendedor resolveu criar todo um ambiente à volta do que esta bebida anciã representava. No fundo criou um espaço com uma atitude purista, uma homenagem às atividades e estado de espírito de outros tempos, em que se esquece a azáfama do dia-a-dia. Com tal objetivo em mente, nada melhor do que as cervejas artesanais em que o bar se especializa, sejam elas nacionais ou internacionais e que complementam a gama alargada de bebidas que se podem encontrar neste espaço.

A seguir à função de bar, a atividade que se destaca é a de barbearia. As cadeiras de barbeiro, impossivelmente pesadas e acompanhadas por mesas de madeira escura, assim como o burburinho do bar, quase que nos transportam para outros tempos, em que as barbearias eram um ponto de encontro e convívio de varões. A mesa de bilhar e as estantes repletas de livros completam este ambiente de gentlemen's club.

Claro que, acima de tudo, O Purista é um bar, logo a clientela não é exclusivamente masculina. De manhã, a possibilidade de um corte catita lá vai atraindo homens de 30 anos para cima, mas à tarde a funcionalidade de bar assegura uma clientela variada. O turismo crescente que se vai sentindo em Lisboa também trás pontualmente caras novas ao estabelecimento. Nuno refere que este boom turístico é uma mais valia da cidade, mas não pretende descaracterizar o seu negócio, ao seguir tendências mainstream. O futuro reserva novos produtos e experiências aos clientes desta casa, até porque Nuno pretende continuar a expandir o negócio para outras partes de Lisboa ou até mesmo de Portugal.
Este estabelecimento feito de emoções, com todo o seu charme natural, possui também uma certa magia difícil de descrever. Talvez seja o facto de ocupar o lugar da icónica livraria Barateira, que Nuno adorava visitar quando era pequeno. Ou talvez advenha da própria rua, uma zona histórica de alfarrabistas, com inúmeras fachadas em pedra, reminiscentes do convento que em tempos aí existiu. Pode sempre tirar as suas próprias conclusões. Basta uma visita ao espaço para ficar rendido aos seus encantos. Apareça!
 
O Purista

 

2019-06-05T16:02:25+00:00